O que é RPA?

por | maio 28, 2021 | CAMUNDA

According to Wikipedia, digital transformation  is ”the adoption of digital technology to transform services or businesses, through replacing non-digital or manual processes with digital processes or replacing older digital technology with newer digital technology.” 

Until recently, companies were in a totally different scenario when it came to interacting with clients and employees. Now, digital transformation is no longer

Como nenhuma ferramenta pode substituir os humanos, a hiperautomação hoje envolve uma combinação de ferramentas, incluindo automação de processos robóticos (RPA), software de gerenciamento de negócios inteligente (iBPMS) e IA, com um objetivo de tomada de decisão cada vez mais orientada para IA.

As 10 principais tendência tecnológicas estratégicas da Gartner para 2020.

Da série Automatize qualquer processo, em qualquer lugar!

Como vimos no artigo Human Work, o RPA é mais uma tecnologia que pode ajudar e livrar as pessoas de tarefas burocráticas para trabalhos mais edificantes. De fato, o RPA pode adiantar muito trabalho repetitivo, inclusive atuando de forma muito semelhante ao que uma pessoa faria, lendo um formulário aqui, preenchendo uma planilha ali, colocando o resultado em outro formulário acolá.

Em um processo implementado em plataforma de BPM, RPA é uma rápida alternativa de tornar o processo mais performático. Ambas as tecnologias (Camunda Platform e RPA) apresentam uma sinergia e podem contribuir mutuamente, veja como:

Como RPA contribui com Camunda

As empresas podem avançar rapidamente em suas iniciativas de otimização digital investindo em software RPA, e a tendência não vai embora tão cedo.

Fabrizio Biscotti, vice-presidente de pesquisa da Gartner.

  • RPA pode fazer o trabalho que uma pessoa faz, em menor tempo. Em certos casos, alguns sites monitoram o tempo de interação para descobrir se o trabalho está sendo feito por um robô, o que faz com que o RPA tenha que simular o comportamento humano. Mas ainda assim, o RPA vai desonerar a carga de trabalho sobre o humano;
  • Camunda oferece uma diversidade de formas de se conectar com os diversos softwares internos e externos, como Java DelegateHttp ConnectorExternal Task, etc. Porém, nem sempre o software que se deseja integrar tem uma API pronta para isso. RPA pode ser um meio rápido para criar esta integração.

Como Camunda contribui com RPA

As empresas “feitas para vencer” pensam de forma diferente em relação ao papel da tecnologia. Elas jamais usam a tecnologia como o meio principal para alimentar uma transformação. No entanto, paradoxalmente, são pioneiras na aplicação de tecnologias criteriosamente selecionadas. Aprendemos que a tecnologia em si, nunca é a causa primária, ou básica, da excelência ou declínio.

Jim Collins, em Empresas Feitas para Vencer.

  • O RPA (Robotic Process Automation), apesar do nome, não é tão bom em modelagem de processos de negócio, como é uma plataforma de BPM, porém é ótimo em resolver processos relacionados a tarefas humanas. Camunda auxilia na integração do RPA no contexto empresarial e na inclusão do mesmo na cadeia de valor, através dos processos de negócio automatizados;
  • Uma plataforma de BPM pode ajudar a gerenciar robôs como se fossem humanos e, no caso da Camunda Platform, é possível visualizar o mapa de calor para identificar gargalos na orquestração de robôs;
  • Camunda pode ser a “fila de trabalho” dos robôs (com trabalhos disponíveis, tempo de timeout, e itens já em execução), quando trabalhando-os com External Tasks. Assim, se o processo apresenta baixa performance, basta subir outra máquina com mais uma instância de robô, que este ajudará a processar os trabalhos das filas;
  • Camunda pode ser o repositório de dados dos robôs, evitando ter que construir bases de dados adicionais em sua construção;
  • Você pode utilizar os padrões BPMN e DMN para ajudar com responsabilidade de orquestração. Assim, você pode quebrar a construção de grandes robôs em micro robôs, mais simples e de fácil manutenção;
  • A junção de RPA com Camunda gera uma solução com mais tolerante a falhas, uma vez que, se alguma exceção ocorrer, o RPA pode reportar um erro de negócio, que pode acionar um evento de contingência que joga o processo para a atividade manual em casos críticos ou mesmo criar um incidente técnico no Camunda, que permitirá salvar o estado do processo e retomá-lo de onde parou, assim que a normalidade for reestabelecida;
  • Com o Camunda Optimize, é possível extrair indicadores de processo e de negócio sobre a execução dos robôs, de uma forma bastante facilitada;
  • Além disso, Camunda Platform oferece o RPA Bridge que são conectores para se trabalhar com RPA de forma mais direta e facilitada. Até a presente data, Camunda oferece os catálogos para integração com UiPath e Automation Anywhere, para Blue PrismWinAutomation e em outros casos pode-se utilizar External Tasks.

Assim, RPA é mais uma tecnologia que potencializa o alcance da Camunda Platform para automatizar qualquer processo, em qualquer lugar. E Camunda por sua vez, estabelece de forma inteligente e transparente, o elo que liga os humanos aos robôs.

Autores: Rodrigo Carlstrom em coautoria com Alex Sandro Risso

Sobre Rodrigo: consultor BPM há 18 anos, tendo trabalhado com análise, automação, operação e melhoria de processos de negócio e como Gerente de Projetos e Gestor de Mudanças em grandes empresas do mercado. Certificado Black Belt e PMP.

Sobre Alex: consultor RPA há 8 anos, tendo trabalhado com análise de viabilidade, arquitetura e criação de soluções RPA, para empresas da área financeira, agronegócio, passando por automobilística, logística e BPO. Atuando em melhoria de parque de automações e como Gerente de Projetos.

E você, quer transformar os seus negócios? Agora que você conhece todos os benefícios que Camunda e RPA têm a oferecer quando trabalham em sinergia, é hora de alavancar a inovação na sua empresa. Deixe seus dados abaixo e em breve nós entraremos em contato com você! Vamos agregar valor ao seu negócio!

To share

Related Posts